infância

A minha infância morreu há muito, mas eu vivo ainda.

(Agostinho)

Tags:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: