eternidade

O que a memória ama
fica eterno.

(Adélia Prado)

Tags: ,

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: