Guimarães Rosa

You are currently browsing the archive for the Guimarães Rosa category.

Tudo, aliás, é a ponta de um mistério. Inclusive, os fatos. Ou a ausência deles. Duvida? Quando nada acontece, há um milagre que não estamos vendo.

(João Guimarães Rosa)

Tags:

O que meus olhos não estão vendo hoje, pode ser o que vou ter de sofrer no dia depois-d’amanhã.

(Guimarães Rosa)

Tags:

Minha alma tem de ser de Deus: se não, como é que ela podia ser minha?

(Guimarães Rosa)

Tags:

Os outros eu conheci por ocioso acaso. A ti vim encontrar porque era preciso.

(Guimarães Rosa)

Tags: , ,

Viver é muito perigoso.

(João Guimarães Rosa)

Tags: ,

Quem desconfia fica sábio.

(Guimarães Rosa)

Tags: , ,

O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem.

(Guimarães Rosa)

Refresca teu coração. Sofre, sofre depressa, que é para as alegrias novas poderem vir.

(Guimarães Rosa)

Já sentiu o frio ar que é a saudade?

(João Guimarães Rosa)

Tags: ,

Vivemos, de modo incorrigível, distraídos das coisas mais importantes.

(João Guimarães Rosa)

Tags: , ,

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: