Livro

You are currently browsing the archive for the Livro category.

Uma casa sem livros é como um corpo sem alma.

(Cicero)

Tags:

Clássico não é um livro (repito) que necessariamente possui estes ou aqueles méritos; é um livro que as gerações de homens, motivadas por razões diversas, lêem com prévio fervor e com uma misteriosa lealdade.

(Jorge Luis Borges)

Tags:

A literatura é sempre uma expedição à verdade.

(Franz Kafka)

Tags:

livro

Um livro é um pássaro com mais de cem asas para voar.

(Ramon Gomez de la Serna)

livros

Sem a escrita e sem livros não haveria a história.

(Herman Hesse)

Tags:

Deus sofre por causa da multidão de almas que Sua Palavra não pode alcançar. A verdade da nossa religião está aprisionada nas páginas de uns poucos livros copiados a mão, e isso limita e mesmo confina, em vez de esparramar, um tesouro que deveria ser público e estar nas mãos de todo mundo. Vamos quebrar o selo que hoje prende as palavras santas e dar asas à verdade, para que ela possa conquistar, a partir de agora, por meio da Palavra, cada alma que venha ao mundo — Palavra não mais copiada lenta e custosamente por mãos que podem ser facilmente paralisadas, mas multiplicada como o vento por uma máquina que nunca se cansa.

(Gutenberg, no prefácio de sua primeira impressão da Bíblia)

A mais rica biblioteca, quando desorganizada, não é tão proveitosa quanto uma bastante modesta, mas bem ordenada. Da mesma maneira, uma grande quantidade de conhecimentos, quando não foi elaborada por um pensamento próprio, tem muito menos valor do que uma quantidade bem mais limitada, que, no entanto, foi devidamente assimilada. Pois é apenas por meio da combinação ampla do que se sabe, por meio da comparação de cada verdade com todas as outras, que uma pessoa se apropria do próprio saber e o domina. Só é possível pensar com profundidade sobre o que se sabe, por isso se deve aprender algo; mas também só se sabe aquilo sobre o que se pensou com profundidade.

(Schopenhauer)

Eu escrevo para nada e para ninguém. Se alguém me ler será por conta própria e auto-risco. Eu não faço literatura: eu apenas vivo ao correr do tempo. O resultado fatal de eu viver é o ato de escrever. Há tantos anos me perdi de vista que hesito em procurar me encontrar. Estou com medo de começar. Existir me dá às vezes tal taquicardia. Eu tenho tanto medo de ser eu. Sou tão perigoso. Me deram um nome e me alienaram de mim.

(Clarice Lispector)

É tempo de aquietar-me, de amainar a alma. De ficar quieta com meus livros, de não procurar a solução que não há em lugares que também não fazem mais do que fingir existir. É tempo de olhar na cara da solidão e dizer que – descoberta – ela já não é tão pavorosa. É tempo, mais do que nunca, de plantio. E um dia, será tempo de colheita. É a ordem natural das coisas.

(Ludmila Rodrigues)

Exercício de vontade. Ler com método, tomando notas e pondo em ordem, por escrito, as impressões. Escrever, escrever sempre, todos os dias, escrever mesmo banalidades, não para publicar, mas como quem pratica um ofício, com a finalidade de pesquisar os processos da forma. Muitos dos nossos estudos e leituras são mal aproveitados por falta de método. Voltar a ler certos autores fundamentais como Bergson e Proust, com o lápis na mão e o caderno nas pernas. Dominar a preguiça, sufocar o gosto das evasões para livros mais agradáveis porque mais fáceis; não deixar-se vencer pelo simples prazer da leitura como um diletante.

(Álvaro Lins)

Tags: , , , , ,

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: