Fernando Pessoa

You are currently browsing the archive for the Fernando Pessoa category.

A sede de ser completo deixou-me neste estado de mágoa inútil.
(Fernando Pessoa)

Tags: , ,

‏E, como hoje por enquanto é tudo, isto é tudo. Quem sabe se eu estarei morto depois de amanhã?

(Fernando Pessoa)

Tags: , ,

Há tanta suavidade em nada dizer e tudo entender.

(Fernando Pessoa)

Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito esta em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?

(Fernando Pessoa)

Tags:

Um poema é a projeção de uma ideia em palavras através da emoção.

(Fernando Pessoa)

Tags: , , ,

A vida é o que fazemos dela. As viagens são os viajantes. O que vemos não é o que vemos, senão o que somos.

(Fernando Pessoa)

Tags: , ,

Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.

(Fernando Pessoa)

Tags: , ,

O que é doença é desejar com igual intensidade o que é preciso e o que é desejável, e sofrer por não ser perfeito como se se sofresse por não ter pão. O mal romântico é este: é querer a Lua como se houvesse maneira de a obter.

(Fernando Pessoa)

Tags: , , ,

Temos,
todos que vivemos,
uma vida que é vivida
e outra que é pensada.
E a única vida que temos
é essa que é dividida
entre a verdadeira e a errada.

(Fernando Pessoa)

Tags: , ,