Consciência

You are currently browsing the archive for the Consciência category.

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
– que é uma questão
de vida ou morte –
será arte?

(Ferreira Gullar)

A primeira lei da boa convivência é a tolerância, já que todos temos um monte de erros e fraquezas.

(Voltaire)

Quem já não se perguntou: sou um monstro ou isso é ser uma pessoa?

(Clarice Lispector)

Na verdade, se nos fosse dado penetrar com os olhos da carne na consciência dos outros, julgaríamos com mais segurança um homem pelo que devaneia do que pelo que pensa. O pensamento é dominado pela vontade; o devaneio, não. O devaneio, que é absolutamente espontâneo, toma e conserva, mesmo no gigantesco e no ideal, a figura do nosso espírito. Não há coisa que mais direta e profundamente saia de nossa alma do que nossas aspirações irrefletidas e desmesuradas para os esplendores do destino. Nestas aspirações é que se pode descobrir o verdadeiro caráter de cada homem, melhor do que nas idéias compostas, coordenadas e discutidas. Nossas quimeras são o que melhor nos parece. Cada qual devaneia o incógnito e o impossível, conforme sua natureza.

(Victor Hugo)

Tags: , , , ,

A vida sem exame não é digna de ser vivida.

(Platão)

Tags: , ,

O homem que se vende recebe sempre mais do que vale.

(Apparício Torelli)

Tags: , ,